SOBRE A ESCOLA

“Disciplina, honra e educação”

O Colégio Militar Estadual de Ensino Fundamental e Médio “Cel PM Derly Luiz Vieira Borges” foi criado pela  Lei Complementar nº 192 de 30 de dezembro de 2011 e tem por finalidades a realização de atividades sócio-educativas que visam ao crescimento intelectual e moral, bem como o desenvolvimento de valores culturais, sociais e de cidadania em seus discentes.

Destaca-se entre os deveres de seus alunos, o uso do uniforme, a apresentação pessoal, entrada diária em forma, correção de atitudes, a colaboração espontânea, consciência das responsabilidades, observância das prescrições regulamentares, o culto aos símbolos nacionais, cumprimento fiel dos horários, a participação nos compromissos da escola e a hierarquia e disciplina.

O Colégio Militar integra a estrutura organizacional da Polícia Militar do Estado de Roraima, e destina no máximo, 50% das vagas existentes para preenchimento por candidatos aprovados, de ambos ao sexos, dependentes de militares da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Roraima, sendo as demais vagas para a comunidade.

NOSSA FILOSOFIA

FINALIDADE

01

Fundamentado no gerenciamento participativo, que envolve toda a comunidade escolar nos direcionamentos do colégio, a Educação do CME-PMRR visa a oferecer um ensino de qualidade, aliado a uma disciplina consciente e interativa.

ESTRUTURA ORGANIZACIONAL

02

O Colégio Militar Estadual de Ensino Fundamental e Médio “Cel PM Derly Luiz Vieira Borges tem a seguinte estrutura funcional:

I -  Direção do Colégio;

II -  Vice-Direção;

III -  Coordenação Pedagógica;

IV -  Coordenação Administrativa e Financeira;

V - Comando do Corpo de Aluno;

VI -  Orientação Educacional;

VII - Comunidade do Colégio;

VIII- Instituições do Colégio e os Órgãos Colegiados.

03

PROPOSTA PEDAGÓGICA

A proposta pedagógica fundamenta-se sinteticamente na interação, pois conforme Vigotsky (1986, p. 41) destaca: “o homem é essencialmente social: é na relação com o próximo, numa atividade prática comum, que este, por intermédio da linguagem acaba por se constituir e se desenvolver enquanto sujeito”.  Dessa maneira, o citado autor, evidencia a idéia de que o ser humano, não se encontra limitado a sua própria experiência pessoal e/ou as suas próprias reflexões. Ao contrário, a experiência individual alimenta-se, expande–se e aprofunda-se, em especial, graças à apropriação da experiência social que é veiculada pela linguagem, mediante os processos de comunicação que se dá com outros sujeitos.

A proposta visa estimular os adolescentes, os professores e a escola a acreditar numa educação diferenciada, tomar posse dela e com coragem, sair dos limites da experiência pessoal, buscando superações e maneiras de aproximar o colégio a este patamar educacional.

NOSSA HISTÓRIA

01

/ ORIGEM

Criado pela Lei Complementar nº 192 de 30 de dezembro de 2011, de autoria do Deputado Estadual Coronel PM Chagas, publicado no Diário Oficial do Estado nº 1700, de 02 de janeiro de 2012. Está funcionando provisoriamente nos blocos da Academia de Polícia Integrada Coronel Santiago, com endereço na Av. Getúlio Vargas nº 4193, Canarinho, CEP: 69.306-530, autorizado a funcionar nas modalidades: Ensino Fundamental - anos finais (6º ao 9º ano) e Ensino Médio (1ª a 3ª séries) regular.

O Coronel PM Derly Luiz Vieira Borges, nasceu em  18  de julho de 1947, na cidade de São Leopoldo/RS. O militar, oriundo do Exército Brasileiro e da Guarda Territorial de Roraima, ingressou na Polícia Militar de Roraima no dia 1º de fevereiro de 1977. Comandou a PMRR em duas oportunidades nos períodos de 02 de fevereiro de 1983 a 28 de janeiro de 1987 e de 17 de novembro de 1989 a 02 de janeiro de 1991.

 

O CEL PM BORGES

02

O Coronel PM Derly Luiz Vieira Borges, nasceu em  18  de julho de 1947, na cidade de São Leopoldo/RS. O militar, oriundo do Exército Brasileiro e da Guarda Territorial de Roraima, ingressou na Polícia Militar de Roraima no dia 1º de fevereiro de 1977. Comandou a PMRR em duas oportunidades nos períodos de 02 de fevereiro de 1983 a 28 de janeiro de 1987 e de 17 de novembro de 1989 a 02 de janeiro de 1991.

 

/  O FUTURO

03

Propõe-se em nosso sistema de ensino o desenvolvimento de atividades contextualizadas, interdisciplinares e inclusivas onde todos se percebam parte importante do processo, experimentando diversas formas de interação, apropriando-se de novos conhecimentos, reelaborando suas próprias experiências e sua visão de mundo, reposicionando-se socialmente enquanto indivíduos capazes de aprender e intervirem no meio social.

Proporcionando assim ao aluno do CME-PMRR uma educação básica formal e para–militar, despertando-lhes valores de boa conduta, educação, disciplina, respeito, dignidade, solidariedade e competência para o exercício pleno de sua cidadania.